Sistemas para raios Empresa Sistema Proteção descargas Atmosfericas

Sobre a JA Para Raios

A JA Para-Raios atua no ramo de instalações e manutenção de sistemas de proteção contra descargas elétricas atmosféricas (para-raios).

Contamos com profissionais que estão no ramo há mais de 20 anos.

A vistoria e a medição também são fatores determinantes no desempenho das instalações, devendo, portanto, serem vistoriados uma vez por ano para verificar seu estado.

É preferível não ter instalação de para-raios a ter uma instalação mal feita, principalmente com mau aterramento elétrico, porque estes não protegerão adequadamente no caso de descargas atmosféricas, podendo provocar consequências desastrosas.

Saiba Mais

  • Trabalhamos com
      • Vistoria técnica
      • Medição Ôhmica
      • Laudo técnico
      • Aterramento elétrico
      • Instalações de protetores contra surto para rede elétrica e telefonia
      • Desenhos e esquemas elétricos
      • Projetos em geral
  • Documentação enviada após conclusão dos serviços
      • ART (Anotação de Responsabilidade Técnica) do CREA (Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura) Assinado por Engenheiro Eletricista e de Segurança do Trabalho da Nossa Empresa, com a taxa de recolhimento no banco quitada pela nossa empresa;
      • Atestado de Conformidade com a Norma vigente NBR-5419/2015, com o tipo de Sistema de Proteção instalado com os valores da Medição da Resistência Ôhmica nossubsistemas de aterramentos;
      • Certificado de Aferição do aparelho terrômetro utilizado nas Medições das Resistências Ôhmicas dos Subsistemas de Aterramentos;
      • Xérox da Carteira do Eng.º Eletricista e de Segurança do Trabalho Responsável pela Obra;
  • Documentos validos para os seguintes orgãos
      • Prefeituras Municipais, no caso da cidade de São Paulo o Contru.
      • Ministério do trabalho em atendimento aNR–10.
      • Corpo de Bombeiro (AVCB).
      • Companhias Seguradoras.
  • Efeitos dos Raios
      • Mecânicos: destruição dos elementos atingidos ou afetados
      • Térmicos: incêndios, volatilização de metais por fusão
      • Fisiológicos: queimaduras, paralisias e, frequentemente, a morte
      • Elétricos: geração de sobretensões, tensões de passagem e de contato por circulação de corrente de descarga, produção de correntes induzidas em condutores ou peças metálicas próximas e paralelas à corrente de descarga

Crenças populares

Nossos Clientes